9 exames essenciais para a longevidade feminina

Descubra como a prevenção através de exames de rotina pode ser o segredo para uma vida mais longa e saudável para as mulheres

No Brasil, as mulheres vivem, em média, sete anos a mais do que os homens, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Manter essa longevidade saudável é crucial, e a chave está na realização regular de exames que contribuem para a prevenção e detecção precoce de doenças. O câncer de mama, do colo do útero, e de intestino, diabetes, doenças cardiovasculares, acidente vascular cerebral (AVC), e distúrbios da tireoide são algumas das enfermidades que afetam as mulheres e podem ser identificadas e tratadas com sucesso por meio de exames específicos.

Annelise Wengerkievicz, médica patologista clínica e diretora de comunicação e marketing da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial (SBPC/ML), destaca a importância dos exames de rotina. “Os exames variam de acordo com as diferentes fases da vida e aspectos individuais, como vida sexual, ocupação e sinais e sintomas. Além dos testes laboratoriais, a mamografia é crucial para a detecção do câncer de mama, sendo fundamental a orientação médica para uma interpretação correta dos resultados”, ressaltou.

Exames essenciais para a saúde da mulher

Manter uma rotina de exames é a melhor forma de investir na própria saúde e garantir uma vida plena e duradoura. A especialista da SBPC/ML destaca os exames essenciais para a saúde feminina. São eles:

Colpocitologia oncótica (Papanicolau): Indicado para rastreio do câncer de colo de útero, este exame ajuda a detectar lesões precursoras ou câncer em estágio inicial, potencializando o tratamento e aumentando as chances de cura. A frequência pode ser reduzida para a cada três anos em casos de resultados negativos consecutivos.

Pesquisa de HPV de alto risco: Recentemente incluído nas recomendações, este exame possui sensibilidade superior ao Papanicolau, auxiliando na detecção precoce do câncer de colo de útero. Sua periodicidade pode ser reduzida em casos de resultado negativo, sempre com orientação médica.

Sorologia para hepatite e HIV: Essencial para diagnóstico precoce, esses testes de sangue são fundamentais para iniciar o tratamento o quanto antes, garantindo qualidade de vida.

Glicemia de jejum e dosagem de colesterol e triglicerídeos: Indispensáveis para detectar diabetes, doenças cardiovasculares e AVC, esses exames são realizados por meio de coleta simples de sangue, com periodicidade variável conforme as condições e histórico da paciente.

TSH: Indicado para detectar distúrbios da tireoide, este exame é realizado por meio de coleta de sangue.

Pesquisa de sangue oculto nas fezes: Indicado anualmente a partir dos 45 anos, este exame ajuda a diagnosticar o câncer de intestino, uma preocupação crescente entre as brasileiras.

Sobre a SBPC/ML: A Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, fundada em 1944, é uma associação dedicada ao aprimoramento científico em Medicina Laboratorial. Com um quadro diversificado de membros, a SBPC/ML busca promover o desenvolvimento contínuo do setor, melhorando a ciência, tecnologia e regulação para qualificar a assistência à saúde no Brasil. Médicos, profissionais de laboratórios e empresas do setor se unem sob o propósito ético-científico da SBPC/ML.

Imagem: Freepik

NOTÍCIAS
MAIS LIDAS

* Por Cadu Lopes O setor da saúde está em constante evolução, seja por conta dos rápidos…
Padrão cultural faz com que eles desenvolvam condições que poderiam ser revertidas Homens vão menos ao médico…
Ginecologista especialista em menopausa explica a diferença entre fim de menstruação e estar na menopausa A histerectomia…
Idealizado por Karina Steiger, mamãe por ovodoação, o Nós Tentantes, Projeto de Vida percorre cidades brasileiras com…

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER E REVISTAS