Crescimento dos negócios na área de Reprodução Assistida no Brasil atrai investidores nacionais e internacionais

Por Amanda Vasconcelos

EVOLUTION

O mercado de Reprodução Humana Assistida vem crescendo exponencialmente e deverá movimentar, em todo o mundo, mais de 27 bilhões de euros somente em 2023, com taxas de crescimento de 9% ao ano.1 De 2011 a 2019, o setor registrou altíssima demanda, e mesmo tendo sofrido os impactos da pandemia, a partir deste ano voltou a apresentar  crescimento2, atraindo a atenção de investidores nacionais e internacionais, que enxergam o segmento como um negócio bastante próspero. É o que afirma o principal agente de atuação no mercado brasileiro de Reprodução Assistida, Bruno Pinto da Rocha Andrade, sócio-fundador da Thales Partners, consultoria de investimentos, gestão e TI especializada em Private Placement e M&A, em entrevista à Revista EVOLUTION. 

Bruno é formado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), possui MBA em Finanças pela Fundação Getulio Vargas (FGV/RJ), pós-graduação em Behavioral Sciences pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG/Sorbonne IV) e mestrado em Negociação pela Harvard University (Estados Unidos). Ao longo de sua carreira, foi sócio da Arthur Andersen, PwC, Banco Pactual e AAI, e gestor interino de companhias como Lacta e Grupo Mesbla. Tem mais de 30 anos de vivência no mercado financeiro, e é especializado em Finanças Corporativas e Investimentos. 

O especialista alerta que, para atrair a atenção dos investidores, que buscam a liderança do mercado, é preciso que as clínicas de reprodução assistida “se juntem (se consolidem) […]. Ou seja, o primeiro passo é formar um grupo de empresas, que, juntas, terão porte relevante, e que servirá de plataforma para futuras aquisições”. Atualmente, o sócio-fundador da Thales Partners está em fase de negociação com sete empresas, e não descarta que mais clínicas venham a somar ao grupo. Confira a entrevista a seguir.

EVOLUTION Estima-se um crescimento do mercado de Reprodução Assistida nos próximos anos. Há  interesse por parte dos investidores no segmento de Reprodução Assistida no Brasil?

Bruno Pinto da Rocha Andrade Hoje, podemos afirmar categoricamente que sim. Começamos nosso trabalho junto a este segmento há mais de um ano. Ao longo desse período (quando formamos um grupo de empresas clientes), conversamos com vinte e dois (22) investidores potenciais, financeiros e estratégicos (empresas do ramo), no Brasil e no exterior, e o interesse demonstrado foi notável!

O porte individual das clínicas no Brasil, ainda pequeno pelos parâmetros dos investidores, exige que elas se juntem (se consolidem) para que possam, conjuntamente, despertar o interesse dos potenciais compradores, que certamente buscam a liderança do mercado. Ou seja, o primeiro passo é formar um grupo de empresas, que, juntas, terão porte relevante, e que servirá de plataforma para futuras aquisições.

EVOLUTION Quem são as empresas que estão no grupo que vocês formaram e em que estágio está o negócio?

Bruno Pinto da Rocha Andrade Evidentemente, não podemos revelar os nomes de nossos sete clientes que estão protegidos por uma cláusula de confidencialidade, mas posso revelar que estas sete empresas, quando olhadas em conjunto, formam o maior grupo de reprodução assistida da América Latina por número de ciclos anuais.

Neste momento, o negócio se encontra no estágio de recebimento e análise das propostas feitas pelos investidores, o que deve ocorrer nos próximos dias ou semanas.

EVOLUTION É provável, então, que outras clínicas sejam procuradas pelos investidores?

Bruno Pinto da Rocha Andrade Sim, é mais do que provável que isso aconteça. Entretanto, cabe um aviso importante: esses investidores estão comprando as clínicas e, obviamente, como no caso de qualquer compra, seja uma empresa, seja um carro, seja um apartamento, a lógica (ou o interesse) do comprador é pagar o menor preço possível.

Se o seu leitor tem interesse ou contempla a possibilidade de vender sua clínica, o primeiro e mais importante passo é contratar um assessor financeiro para fazer a avaliação correta da empresa usando metodologias aceitas internacionalmente, e representar os sócios das clínicas junto aos investidores interessados, de forma a assegurar que foi obtido o melhor preço possível na transação.

EVOLUTION Esse movimento de aquisições deve durar quanto tempo?

Bruno Pinto da Rocha Andrade Agora que o segmento de Reprodução Assistida foi “descoberto” pelos grandes investidores, esse movimento vai durar anos até que o mercado esteja completamente consolidado, como está acontecendo no exterior.

Crédito: Bruno Rocha

Evidentemente que aqueles que venderem primeiro seus negócios vão conseguir as melhores condições comerciais e societárias na transação, por serem a plataforma de consolidação de cada investidor. Os que ficarem para mais tarde já não receberão ofertas tão boas e terão que trabalhar enfrentando uma concorrência forte de grupos altamente capitalizados.

Referência:

1 GASPARINI, M. Cresce mercado de Reprodução Assistida. Rádio Band News FM, 5 set. 2022. Disponível em: https://bandnewsfmcuritiba.com/cresce-mercado-de-reproducao-humana-assistida/. Acesso em: 5 set. 2022.

2 Ibidem

NOTÍCIAS
MAIS LIDAS

Considerada a segunda doença mais frequente entre mulheres na sua fase reprodutiva, endometriose pode levar até sete…
Uma em cada dez mulheres no mundo podem sofrer com o problema de saúde De acordo com…
O principal cuidado em relação aos miomas é a realização de exames periódicos, afirma o  especialista em…
Diante do crescimento alarmante dos casos e mortes em 2024, a especialista do Hospital Digital Vitta, do…

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER E REVISTAS