Curso mostra como médicos podem ajudar mulheres, casais LGBTQIA+ e outros padrões familiares a engravidar

20º Curso em Reprodução Humana do IPGO será realizado nos dias 12 e 13 de novembro e será on-line

O 20º Curso em Reprodução Humana do IPGO será realizado em São Paulo nos dias 12 e 13 de novembro, sábado e domingo. Idealizado pelo especialista em reprodução humana Arnaldo Schizzi Cambiaghi, diretor do IPGO, o evento tem como meta a integração do ginecologista geral ao processo de pesquisa e tratamento da infertilidade de forma intensiva e dinâmica.

Estatísticas da OMS mostram que 50 a 80 milhões de pessoas em todo o mundo podem ser inférteis. No Brasil, esse número chega a cerca de 8 milhões segundo a Associação Brasileira de Reprodução Assistida. O curso do IPGO (Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia) está completando 20 anos de atuação junto a ginecologistas que desejam se atualizar, saber mais ou aprender detalhes sobre temas relativos à infertilidade.

Ao ampliarem o conhecimento sobre o assunto, esses profissionais estarão mais aptos a fazer um diagnóstico mais acertado e, deste modo, estarão colaborando para diminuir o número de pessoas com dificuldades em engravidar, incluindo casais LGBTQIA+ e aquelas que sonham com uma “produção independente”.

Este ano, por conta de ainda não estarmos totalmente sem pandemia, as aulas serão on-line, com direito a discussões de casos clínicos e orientações práticas objetivas (“receita de bolo”).

A meta é que, ao final desses dois dias de convívio e aprendizado, os médicos participantes possam realizar em suas clínicas os tratamentos de reprodução assistida de menor complexidade e ter uma base consistente para iniciar os tratamentos de fertilização in vitro. Além disso, quando retornarem ao seu dia a dia, os participantes poderão contar com a supervisão do IPGO, caso julguem necessário.

Participações internacionais

Para este ano, o curso contará com palestrantes estrangeiros, como Ana Raquel Neves, médica do IVI de Portugal; Diana Alecsandru, imunologista da clínica IVI Madri na Espanha; Liese Boudry, residente do Centro de FIV de Bruxelas, especialista em histeroscopia e síndrome do ovário policístico, e Willem Verpoest, especialista em genética reprodutiva e diretor médico do Centro de FIV de Bruxelas.

Alguns dos temas que serão debatidos são: Otimização da Estimulação Ovárica, Más Respondedoras: Estratégias para Otimizar os Tratamentos, Ovários policísticos: detalhes que fazem a diferença, Endometriose: Tratamento Clínico e A adenomiose na infertilidade: diagnóstico e tratamento, entre outros.

Inscrições

Inscrições para médicos com CRM – R$ 550,00

Inscrições para residentes, profissionais e acadêmicos da área da saúde – R$ 350,00

Informações, programação completa e inscrições: Cursos IPGO

NOTÍCIAS
MAIS LIDAS

Considerada a segunda doença mais frequente entre mulheres na sua fase reprodutiva, endometriose pode levar até sete…
Uma em cada dez mulheres no mundo podem sofrer com o problema de saúde De acordo com…
O principal cuidado em relação aos miomas é a realização de exames periódicos, afirma o  especialista em…
Diante do crescimento alarmante dos casos e mortes em 2024, a especialista do Hospital Digital Vitta, do…

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER E REVISTAS