Implante de Testosterona: quais são os prós e contras do hormônio?

Ginegologista Loreta Canivilo relata benefícios e malefícios do hormônio em mulheres

A Testosterona é o hormônio primordial no corpo do homem. Mas, ele não se encontra somente em corpos masculinos. A Testosterona tem uma função importante na reprodução da mulher em pequena quantidade no corpo feminino.

Com a chegada da menopausa, o nível desse hormônio diminui muito. “Em mulheres a Testosterona é produzida no ovário na glândula suprarrenal, mas com a chegada da menopausa, esse hormônio produzido no ovário é perdido, porém a outra parte continua sendo produzida na suprarrenal, entre tanto, em algumas mulheres esse pouco de Testosterona não é o suficiente para manter a vida sexual ativa e nem garantir a massa magra do corpo” conta a médica ginecologista Loreta Canivilo.

A Testosterona é importante não somente para manter a libido, mas também para o cérebro, osso, músculo, além de manter o nível de insulina e glicose no corpo. Sendo assim é necessário repô-la na menopausa para que haja mais qualidade de vida. Confira os principais benefícios do implante hormonal:

Prevenção de prolapsos pélvicos

Para mulheres que tiraram o útero e sofrem com o prolapso da musculatura pélvica, também conhecido como “bexiga caída”, a reposição de Testosterona pode ser benéfica. Segundo alguns trabalhos, mulheres que fizeram a administração da Testosterona por seis meses apresentaram uma melhora do quadro.

Incontinência urinária

De acordo com estudos, a administração da Testosterona pode melhorar casos de incontinência urinária – especialmente em mulheres idosas.

Fortalecimento da musculatura

A administração da Testosterona exógena em mulheres histerectomizadas, com deficiência androgênica, resultou em aumentos significativos da área do músculo central, que foi avaliada por Ressonância Magnética (RM).

Embora sejam várias as vantagens desse tratamento, existem contraindicações. Confira quais são:

Efeitos androgênicos

Ao fazer a reposição de Testosterona com valores sanguíneos que fiquem acima de 150 ng/di, sintomas como acne, espinhas e queda de cabelo passam a ser comuns. Portanto, é importante usar doses que se distanciem de níveis séricos masculinos.

Mulheres que passaram anos sem hormônios

Quando a mulher relata que está há mais de 10 anos sem usar nenhum hormônio, a reposição de Testosterona passa a ser questionável, já que parte da Testo vira estradiol. Além disso, a Testosterona pode ocupar certos receptores – alguns tumores têm receptores positivos para a Testosterona.

Quem não pode usar?

Pacientes que passaram da janela de oportunidade e que têm câncer de mama, não podem fazer a reposição de Testosterona. Porém, essas mulheres podem ser beneficiadas com o uso da Testosterona vaginal em baixíssimas doses. Além disso, por falta de conhecimento, existe uma restrição muito grande na prescrição.

Sobre Loreta Canivilo

Médica ginecologista, obstetra e ginecoindócrino Loreta Canivilo, especialista em reposição hormonal feminina.

Experiente na área, a ginecologista, obstetra e ginecoindócrino Loreta Canivilo é especialista em assuntos relacionados a reposição hormonal, estética íntima feminina e tratamentos de doenças do útero e endométrio.

A profissional possui diversas pós-graduações em instituições de referência como: Reprodução, Ginecologia Endócrina no Hospital Sírio Libanês e Medicina em Estado da Arte no Hospital Albert Einstein. É especialista em Nutrologia e Endocrinologia pela Faculdade BWS, referência em educação em medicina.Nas redes sociais, Loreta já possui mais de 30 mil seguidores – @draloreta, e oferece conteúdo explicativo sobre assuntos relacionados à saúde da mulher, gestação, reposição hormonal e implantes.

Loreta Canivilo também é idealizadora de projeto social, em parceria com o Instituto BWS – onde também ministra aulas -, que promove atendimento de saúde feminina gratuito a mulheres em situação de vulnerabilidade.

NOTÍCIAS
MAIS LIDAS

Considerada a segunda doença mais frequente entre mulheres na sua fase reprodutiva, endometriose pode levar até sete…
Uma em cada dez mulheres no mundo podem sofrer com o problema de saúde De acordo com…
O principal cuidado em relação aos miomas é a realização de exames periódicos, afirma o  especialista em…
Diante do crescimento alarmante dos casos e mortes em 2024, a especialista do Hospital Digital Vitta, do…

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER E REVISTAS