Miomas: Cirurgia minimamente invasiva ajuda pacientes na luta contra a doença

De acordo com o médico especialista em ginecologia e obstetrícia, Dr. Alexandre Silva e Silva, especializado na técnica de cirurgia robótica, o procedimento pode ajudar a preservar a fertilidade da paciente

O tratamento de miomas é direcionado a partir das características e necessidades de cada paciente, podendo ser feito através de tratamentos hormonais, DIUs e até mesmo cirurgias que, em alguns casos, gera a retirada do útero.

No entanto, esse é um grande problema para mulheres que desejam engravidar, por isso, cada vez mais mulheres têm buscado alternativas para a retirada do útero, como a cirurgia robótica.

O que é a cirurgia robótica?

De acordo com o especialista em ginecologia e obstetrícia, Dr. Alexandre Silva e Silva, especializado na técnica de cirurgia robótica e um dos únicos a realizá-la no Brasil, explica que o robô é guiado pelo médico e que as chances de manter o útero são muito maiores.

A miomectomia robótica é uma técnica cirúrgica avançada onde são realizadas pequenas incisões no abdômen. O cirurgião, usando um console, comanda um robô para realizar a cirurgia no útero e nos miomas, enquanto dois médicos auxiliares permanecem com a paciente, permitindo mais precisão e segurança ao paciente”.

As principais vantagens do procedimento são justamente a sua precisão, segurança, maiores chances de manter o útero e filtro de tremores da mão do cirurgião”, explica Dr. Alexandre Silva e Silva.

Para quem é indicada a cirurgia robótica

Podendo ser usada em vários casos, a maior indicação é para pacientes que desejam gestar futuramente, explica o Dr. Alexandre Silva e Silva.

A cirurgia robótica é indicada pelo profissional para diversos tipos de casos, mas em geral a maior indicação é para mulheres que desejam ter uma gestação futura por ajudar a preservar o útero após a retirada dos nódulos”.

Mas para que a cirurgia possa ser realizada com sucesso e paciente tenha todos esses benefícios é fundamental que o diagnóstico e o tratamento sejam feitos o mais rápido possível, ou seja, que o mioma não tenha crescido muito”, explica.

Sobre o Dr. Alexandre Silva e Silva
O Dr. Alexandre Silva e Silva, se formou em 1995 na Faculdade de Ciências Médicas de Santos em medicina. Sua especialização é em Cirurgia Minimamente Invasiva e Cirurgia Robótica. Além disso, possui certificação em cirurgia robótica em 2007 no Hospital Metodista de Houston. Certificação em cirurgia robótica single site em 2016 em Atlanta. É mestre em ciências pela Universidade de São Paulo em 2019 e foi pioneiro em cirurgia minimamente invasiva a partir do ano de 1998, dando aulas de vídeo cirurgia desde então. É referência em videolaparoscopia e cirurgia robótica.

Imagem: divulgação

NOTÍCIAS
MAIS LIDAS

* Por Cadu Lopes O setor da saúde está em constante evolução, seja por conta dos rápidos…
Padrão cultural faz com que eles desenvolvam condições que poderiam ser revertidas Homens vão menos ao médico…
Ginecologista especialista em menopausa explica a diferença entre fim de menstruação e estar na menopausa A histerectomia…
Idealizado por Karina Steiger, mamãe por ovodoação, o Nós Tentantes, Projeto de Vida percorre cidades brasileiras com…

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER E REVISTAS