Miomas: Cirurgia minimamente invasiva ajuda pacientes na luta contra a doença

De acordo com o médico especialista em ginecologia e obstetrícia, Dr. Alexandre Silva e Silva, especializado na técnica de cirurgia robótica, o procedimento pode ajudar a preservar a fertilidade da paciente

O tratamento de miomas é direcionado a partir das características e necessidades de cada paciente, podendo ser feito através de tratamentos hormonais, DIUs e até mesmo cirurgias que, em alguns casos, gera a retirada do útero.

No entanto, esse é um grande problema para mulheres que desejam engravidar, por isso, cada vez mais mulheres têm buscado alternativas para a retirada do útero, como a cirurgia robótica.

O que é a cirurgia robótica?

De acordo com o especialista em ginecologia e obstetrícia, Dr. Alexandre Silva e Silva, especializado na técnica de cirurgia robótica e um dos únicos a realizá-la no Brasil, explica que o robô é guiado pelo médico e que as chances de manter o útero são muito maiores.

A miomectomia robótica é uma técnica cirúrgica avançada onde são realizadas pequenas incisões no abdômen. O cirurgião, usando um console, comanda um robô para realizar a cirurgia no útero e nos miomas, enquanto dois médicos auxiliares permanecem com a paciente, permitindo mais precisão e segurança ao paciente”.

As principais vantagens do procedimento são justamente a sua precisão, segurança, maiores chances de manter o útero e filtro de tremores da mão do cirurgião”, explica Dr. Alexandre Silva e Silva.

Para quem é indicada a cirurgia robótica

Podendo ser usada em vários casos, a maior indicação é para pacientes que desejam gestar futuramente, explica o Dr. Alexandre Silva e Silva.

A cirurgia robótica é indicada pelo profissional para diversos tipos de casos, mas em geral a maior indicação é para mulheres que desejam ter uma gestação futura por ajudar a preservar o útero após a retirada dos nódulos”.

Mas para que a cirurgia possa ser realizada com sucesso e paciente tenha todos esses benefícios é fundamental que o diagnóstico e o tratamento sejam feitos o mais rápido possível, ou seja, que o mioma não tenha crescido muito”, explica.

Sobre o Dr. Alexandre Silva e Silva
O Dr. Alexandre Silva e Silva, se formou em 1995 na Faculdade de Ciências Médicas de Santos em medicina. Sua especialização é em Cirurgia Minimamente Invasiva e Cirurgia Robótica. Além disso, possui certificação em cirurgia robótica em 2007 no Hospital Metodista de Houston. Certificação em cirurgia robótica single site em 2016 em Atlanta. É mestre em ciências pela Universidade de São Paulo em 2019 e foi pioneiro em cirurgia minimamente invasiva a partir do ano de 1998, dando aulas de vídeo cirurgia desde então. É referência em videolaparoscopia e cirurgia robótica.

Imagem: divulgação

NOTÍCIAS
MAIS LIDAS

Imunoterapia, anticorpos conjugados, sequenciamento genético e por onde caminha a pesquisa clínica que visa beneficiar as pacientes…
Técnica permite menor custo e menos efeitos colaterais nas pacientes…
Em 27 de agosto, às 19h, o “Nós Tentantes, Projeto de Vida” idealizado por Karina Steiger, mãe…
De acordo com o IBGE, o número de casamentos entre pessoas LGBTQIAPN+ cresceu no Brasil e superou…

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSA NEWSLETTER E REVISTAS